quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Lágrimas

 
A CHUVA BATIA NO VIDRO, SUAVE
ERAM AS LÁGRIMAS DA NATUREZA.
O CÉU ESTAVA CINZENTO COMO EU,
O CINZA CONTRASTAVA COM AS FOLHAS,
ERAM DE OUTONO AVERMELHADAS.
GOTA A GOTA, PINGO A PINGO,
A NATUREZA COMO EU CHORAVA.
TRISTEMENTE , OLHAVA E PENSAVA
COMO É POSSIVEL, TANTA SINTONIA.
O CÉU ESTAVA TRISTE,
CHORAVA NA RUA,
EU ESTAVA TRISTE, E…
CHOVIA NO MEU CORAÇÃO

          carmita/2012