domingo, 23 de dezembro de 2012

NATAL,NATAL,NATAL.





        O Natal é todos os dias,é mentira.Só os cínicos, quanto a mim pensam assim.


        A realidade, perante as dificuldades que enfrentamos, são as campanhas, os espectáculos etc. que se multiplicam nesta altura, para ajudar os pobres.
       
        Desde que me lembro, este é o Natal mais triste.

        Por estes dias vou ser avó,está eminente a chegada da minha Margarida,é uma feli-
 cidade, mas nada apaga a sensação de tristeza, das crianças que por pobreza não vão ter Natal.

                      carmita/dez/2012