sábado, 26 de outubro de 2013

Era uma vez.....



            Passei por ela, estava mais velha, mas ainda notavam-se os traços de sua beleza.

            Voltei , encontrei-a e notei que a vida tinha-lhe dado a sua chicotada, o brilho tinha-se desvanecido.

            Passado algum tempo, vi-a, estava quase morta.Morta sim, mas com altivez de uma vida, que valeu a pena ser vivida, pis os seus frutos muitos alimentou.

            Aquela árvore viveu e morreu de pé, com a dignidade merecida.


Ps: "as árvores morrem de pé"





Carmita Out/2013