sexta-feira, 29 de novembro de 2013

E Ela disse-me



               Quem não aparece esquece,diz o povo, é verdade. Fica a saudade dentro de nós, mas a lembrança vai e vem.
   
               Esquecer nunca, porque no nosso coração há sempre um lugar onde colocamos os nossos bons amigos, que desaparecem.





                   carmita/Nov/2013

A vida




 A vida é como uma árvore, todos os dias tem que ser cuidada, para dar bons frutos, que ano, após ano vamos colhendo.
Assim é a vida, tem que ser bem vivida, dia a dia, ano a ano, para podermos colher a felicidade, que ela nos dá.


quinta-feira, 28 de novembro de 2013

CARMITA

 

Carmita como se sente feliz: toda femenina e cheia de pormenores.Vaidosa? Ou simplesmente mulher...?

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

POR ONDE ANDARÁ ELA?




Sempre de cabeça erguida, enfrentava a vida com alguma altivez, ou seja com orgulho.
Aqueles olhos lindos, sempre muito bem pintados, o que a tornava ainda mais bela e feliz.
O sapato de salto 8 cm, dava-lhe elegância e um charme muito especial.
Podia usar uns chinelos, mas sempre de salto alto. E deles nunca descia.
Onde foi parar, esta criança, esta jovem,  esta mulher, esta linda mãe?
Foi parar a uma lixeira, com certeza para ser reciclada, e transformada em papel de embrulho






                     Nov/o9-xtórias da carmita

terça-feira, 26 de novembro de 2013

MÃE



Conhecemo-nos, de uma forma estranha, eu dentro do teu ventre, fui crescendo, e a certa altura, estava na hora de vir ao mundo.
Sentiste a minha pressa, a natureza fez-te sentir, que tinha chegado a hora de pores cá fora, o ser que  à nove meses vivia em ti. foi aí que se deu o primeiro impacto, tive de lutar, e tu ajudaste-me, não foi fácil, mas cá estamos.
Tu olhaste-me, e como é normal achaste-me linda, e por pouco tempo que naquele instante, estive nos teus braços, fixaste-me e se me acontecesse alguma coisa, irias sempre me reconhecer, fosse onde fosse.
Começou aqui a nossa vivencia, os beijos que me deste, o colo, que tive, a tua voz, tudo isto me fez conhecer-te para sempre.
Eu ia crescendo e cada etapa, por a qual passava, mais te ligavas a mim. Nunca mais parou, quando adoecia, ficavas acordada a meu lado, rezando pelas minhas melhoras. Deus foi sempre o elo de ligação entre nós. Quantos sobressaltos não tiveste, quantas vezes , o teu coração não pulou, e te sentiste angustiada, com medo que algo de mal me acontecesse.
Eu ia crescendo, e ia-me libertando e ao mesmo tempo amadurecendo, mas para ti mãe, eu era sempre aquele bebé, que um dia puseste no mundo, ainda hoje te preocupas comigo que eu sei.
Os filhos são a herança que te acompanha para toda a vida. Só te posso agradecer, hoje sou mãe, e sei dar valor, quando me ralhavas, não estavas zangada, mas instintivamente estavas a proteger-me. Eu faço o mesmo e a ti te agradeço o que aprendi, a ser como tu, uma “mãe muito especial.

                            Xtórias da carmita/Julho 2009-07-21


segunda-feira, 25 de novembro de 2013

HOJE

       

Eu hoje chorei
Como uma criança                      
Que tem fome
Não tem pai, nem mãe
Está sozinha, na vida.
Sem carinho, sem nada,
Aos tombos pelo mundo,
Pobre criança, pobre…!
Pobre de pobreza, e amor,
Não sabe o que é um beijo,
Um doce, carinho de mãe.
E eu chorei, e chorei
Até não ter lágrimas.
Ficou uma dor no peito,
A marcar a tristeza,
De uma vida, vivida,
Sem saber se valeu a pena,
Tê-la vivido!!!!!!!!!!
                
                   Xtórias da Carmita- Junho 2009-06-19


sábado, 23 de novembro de 2013

PENSAMENTOS

CARMITA  MÃE, MULHER. AINDA NÃO DESISTIU,TALVEZ À
ESPERA DE UM MILAGRE…..!

                                               XTÓRIAS DA CARMITA/JUNHO 2009-06-24

A Música faz--me dançar




.A MUSICA tem o dom de nos transportar para onde não imaginamos.
Dá-nos uma  leveza de espírito e bem estar, faz-nos sorrir, rir e sonhar.
É preciso que tenha melodia e qualidade musical, aliado se possível a um
bom poema, isso é formidável até me faz dançar.
                    
Xtórias da Carmita/junho2009-06-19