quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Fugiste




           Quando te foste, procurei-te por todo o lado.
           Corri, andei, olhei, para todos os lados e nada de ti.
            Por dentro, nem sei explicar, parecia que tudo se partia, por fora, na minha cara, estava espelhada a decepção.Os meus braços e as minhas pernas eu mal os sentia, o vazio tomou conta de mim,  não tenho mais palavras, para descrever mais esta derrota na minha vida.
            Desistir nunca, mas já não posso mais, estou muito cansada......levantei-me e voltei a irte procurar. Telefonaram-me a dizer que tinhas voltado, nem queria acreditar, tantas horas depois, voltavas novamente a casa.
            Vinhas comprometido, via-se nas tuas orelhas em baixo, olhaste-me, para ver se eu te perdoava, claro que sim. És um quatro patas, mas és o meu melhor e fiel amigo.
 

    o Marley(Bob) Algarve/Nov/2013
   
           carmita