segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Vontade



        De pegar numa caneta ou num lápis bem afiado, e começar uma prosa sem fim. Sem vergonha da minha ignorância, mas com a força das palavras, num Português, que todos entendam.
        Fico maravilhada quando vejo bibliotecas dos quatro cantos do Mundo. Aquele "amontoado" de livros, é como uma luz que me atrai, atrair é fácil ir é difícil.
        Aprendi a ler e a escrever, andei na escola, estudei muito, não cheguei à Universidade mas, continuo a querer uma caneta ou um lápis bem afiado para partilhar os meus pensamentos.








           carmita/nov/2013