quarta-feira, 5 de março de 2014

AMOR




            Amo-te tanto que sinto o coração, a partir de emoção.

            O amor pode ser dor, tristeza, incerteza ou paixão, mas é sempre amor.

            Quem amou como eu amei, uma vez para toda a vida, na alegria e na tristeza, sabe que o amor dói até ao destino final.

                Carmita/Março/2013