segunda-feira, 15 de setembro de 2014

E Ela disse-me: Carta que escrevi, mas não te enviei



                 Querida amiga a vida é assim!
                 Às vezes sentimo-nos magoados.
                 Não compreendemos o porquê dos porquês!

    Temos que aceitar, falta-te qualquer coisa não fiques triste. Podia-te falar de mim, mas estaria a se egoísta. Lembra-te que a compensação, está no teu filho, esse é o teu maior bem. A felicidade de seres mãe, tem de superar, o que te faltou, não olhes para trás.
    Estava escrito tinha que ser assim, o teu bem mais precioso aquele que geraste no teu ventre e a quem tanto amas, que te dá alegria de viver e a felicidade de seres  mãe, vai apagar todas as outras tristezas, só por isso tens obrigação de seres feliz.

 Ps: amiga a quem a mãe abandonou, e ela nunca compreendeu porquê!
 
Carmita/Set/2014