quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

E Ela dise:me



   

                          Quando as dores vêm dos pés até à nuca, é um desespero. Deito-me, sento-me, falo,fico calada, tomo mais um comprimido, não tomo nada, é uma vida desfeita. Só eu sei o descontrolo, que vai dentro de mim. Penso nos que sofrem,mais que eu , mas não deixo de estar destroçada, porque não consigo fazer mais nada, pergunto qual é o futuro, ainda fico mais triste,depois de ver que pouco há fazer, então fecho-me no meu Mundo e fico cada vez mais sózinha sentido-me abandonada.


Vida: