segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Palavras que guardei (Fernando Pessoa)

Nunca sabemos quando somos sinceros. Talvez nunca o sejamos. E mesmo que sejamos sinceros hoje, amanhã podemos sê-lo por coisa contrária.