quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Uma noite com um amigo



       Já a noite ia longa, e eu sem sono. Bateram-me à porta, era ele........

       Entrou, eu estava na sala com o meu cão, a conversa correu rápida e objectiva, começando com exemplo do Marley, o cão que foi abandonado, maltratado, mas houve uma mão amiga que cuidou dele, e desde aí este animalzinho, nunca mais desistiu, de fazer amigos de brincar com eles e de lutar.
       Com o cão como exemplo, continuamos a conversa, dizendo o meu amigo para eu pôr os olhos no meu cão e nunca desistir, mesmo que as pessoas me magoassem.
        Abrimo-nos  chorámos, rimos, falámos do passado e do futuro.
        Eram sete da manhã, quando fomos dormir, dizendo que tanto eu como ele não podiamos desistir.
        Foi o culminar de um dia cheio de decepções.Eu sabia que tinha razão, mas alguém me dizer o que ele me disse ...... deixou-me com a moral em cima e com a certeza que mesmo doente, a minha nobreza de carácter permanecia e que se eu quisesse podia dizer:

     Eu sou uma mulher com um M grande




      xtóriasdacarmita/Nov/2013